Oficina CEER
 16-12-2011
CÃES AMEAÇAM A PUREZA GENÉTICA DOS LOBOS IBÉRICOS

O artigo “Genetic evidence for multiple events of hybridization between wolves and domestic dogs in the Iberian Peninsula” publicado recentemente na revista científica “Molecular Ecology”, demonstra que o cruzamento entre cães e lobas está ameaçar a espécie de lobos ibéricos presente na Península Ibérica.

O estudo realizado por uma equipa Luso-espanhola dirigida por Raquel Godinho do CIBIO (Centro de Investigação em Recursos Genéticos da Universidade do Porto), concluiu que cerca de 4% dos 208 lobos ibérios estudados são híbridos e que nasceram do cruzamento entre cães e lobas. Verificou-se ainda que alguns desses lobos são filhos de pais híbridos e de lobas, permitindo assim que os híbridos se integrem nas populações de lobos.

A autora do estudo refere que "a possível existência de um grande número de indivíduos híbridos" nas populações naturais pode ter consequências sociais e políticas devastadoras, dado que pode "afetar a perceção do lobo como um símbolo da natureza selvagem”, pelo que "acredita que os valores de hibridização são suficientemente relevantes para serem objeto de medidas de gestão" por parte dos governos Espanhol e Português.

Fonte: noticias.up.pt