Ensino do chinês
Oficina CEER
 22-12-2011
INSTITUTO CONFÚCIO DA UMINHO PIONEIRO EM PORTUGAL

Mais de 120 jovens de licenciatura e mestrado atingem os níveis mais elevados das universidades portuguesas.

Foi há cinco anos que o Instituto Confúcio criou a sua primeira unidade portuguesa, na Universidade do Minho, em Braga, numa aposta apoiada pelo Governo da República Popular da China. Sun Lam, professora e diretora desta unidade, afirma que esta é uma aposta ganhadora, “confirmando o reconhecimento do trabalho que a Universidade do Minho já vinha fazendo desde 2001, com a realização dos cursos de chinês”.

Não é só pelo pioneirismo que o Instituto Confúcio da UMinho (ICUM) se destaca, pois é reconhecido como aquele que atinge os mais elevados níveis das universidades portuguesas. Sun Lam considera o ICUM mais do que um órgão de ensino da língua chinesa: “É uma plataforma de intercâmbio entre o povo português e o povo chinês. Integramos alunos chineses que vêm conhecer a língua e a realidade portuguesa e, por outro lado, enviamos alunos portugueses que o fazem também na China. Este método acaba por proporcionar o ensino aos alunos portugueses, mas também faz com que os alunos chineses descubram Portugal e redescubram a sua própria cultura”.

Torna-se evidente a necessidade crescente do conhecimento da língua de um país que se torna cada vez mais importante a nível global, tanto económica como tecnologicamente, gerando-se reais oportunidades para os jovens. O facto de a língua chinesa ser distante em termos linguísticos não tem impedido de criar alguns fiéis seguidores. Segundo a responsável, o papel do ICUM “é apoiar os alunos a compreender o outro lado de uma língua que é muito cultural”. Nesse sentido, é promovida uma grande quantidade de atividades marcadamente culturais, como concursos de aprendizagem, atividades do tradicional papel recortado, rituais de chá, momentos musicais e de canto, sessões de caligrafia, entre muitas outras.

Apesar de ter um número fixo de vagas – com os cerca de 120 alunos atuais, na licenciatura em Línguas e Culturas Orientais e no mestrado em Estudos Chineses –, a procura dos jovens tem aumentado muito nos cursos da UMinho, principalmente com um índice de primeira escolha próximo dos 90%.

O site oficial do ICUM é www.confucio.uminho.pt.