Oficina CEER
 28-12-2011
UPORTO LIDERA PROJECTO DE FIBRAS DE CARBONO

O INEGI acaba de ver assinado pela Comissão Europeia o projeto European Space Qualified Carbon Fibres and Impregnated Based Materials - EUCARBON que lidera.

Com um financiamento no valor de 2 milhões de euros, no âmbito do 7º Programa Quadro, o consórcio europeu constituído para a sua execução integra parceiros de quatro países da União Europeia: INEGI, FISIPE, EADS-Casa Espaço e CTL. O projeto EUCARBON tem como objetivo principal o desenvolvimento de fibras de carbono para aplicações aeroespaciais, para serem fabricadas por empresas europeias (neste caso por uma empresa portuguesa, a FISIPE) detidas por capital europeu. Este desenvolvimento garantirá capacidades e a não-dependência da Europa nesta tecnologia crítica e a competitividade da indústria espacial europeia. Este desenvolvimento fornecerá também matérias-primas para outros setores industriais estratégicos na Europa como sejam o aeronáutico, o automóvel, o das energias renováveis, entre outros.

O INEGI coordena o projeto e é responsável pelas tarefas de desenvolvimento de novos materiais à base de fibras e nanotubos de carbono, pela sua qualificação para o espaço e pelas atividades de divulgação e disseminação. O projeto é coordenado por Celeste Pereira, Investigadora Auxiliar e Responsável no INEGI por vários projetos de investigação para a Agência Espacial Europeia (ESA) na área dos materiais compósitos e conta com o envolvimento de uma grande empresa industrial portuguesa, a FISIPE e duas empresas industriais europeias, a EADS Casa Espacio em Espanha e o CTL na Irlanda.

O consórcio conta também com o apoio de uma PME Austríaca nas actividades de qualificação para o espaço. Se estiver interessado em saber mais pormenores sobre este projeto, por favor envie e-mail para cpereira@inegi.up.pt.

Fonte: noticias.up.pt