Oficina CEER
 08-03-2012
UTAD RECEBE APOIO PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA NO DOURO

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) celebrou na passada sexta-feira (dia 2 de Março) um protocolo de cooperação com a Symington Family Estates, (produtora, entre outros, dos vinhos ALTANO DOC Douro), no âmbito do qual esta organização apoiará financeiramente o trabalho desenvolvido pelo Hospital Veterinário da Universidade na recuperação e preservação das diversas aves de rapina existentes na região do Douro.

Paul Symington, Presidente do Conselho de Administração da SFE, considerou este acto, enquanto proprietários de vinhas na Região Demarcada do Douro, como o dever de contribuir para a preservação dos ecossistemas da região: “Praticamos nas nossas vinhas uma viticultura sustentável e possuímos a maior área de vinha em modo de produção biológico em Portugal (126 hectares), a qual fornece uma parte substancial das uvas para os nossos vinhos ALTANO”. Por outro lado, realçou o mesmo empresário, “não é por acaso que o símbolo do Altano é a o Mocho d’orelhas, uma das aves de rapina emblemáticas do Douro, e uma das espécies abrangidas pelas acções do Hospital Veterinário.”

Refira-se que os Symington são produtores de vinho do Porto há cinco gerações desde 1882, mas o seu envolvimento no vinho do Porto remonta a 1652, catorze gerações através da sua bisavó Beatrice Atkinson. A empresa familiar é o principal produtor de Portos de qualidade premium com marcas como Graham´s, Cockburn´s, Warre´s e Dow´s. A familia está entre os principias proprietários de vinhas no vale do Douro, com 947 hectares (2.322 acres) de vinha distribuidos por 26 Quintas, estando estas entre as melhores propriedades da região.

Fonte: utad.pt