Oficina CEER
 20-07-2012
O JOVEM BIOFÍSICO DE 2012 É INVESTIGADOR NA U.PORTO

Rui Vieira Afonso, estudante de doutoramento da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP) e investigador do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), acaba de ser distinguido pela Sociedade Portuguesa de Biofísica como o "Jovem Biofísico" do ano 2012.

Atribuído anualmente, o prémio “SPBf Jovem Biofísico” visa reconhecer e dar visibilidade a trabalhos recentemente publicados por jovens investigadores. O prémio é atribuído ao autor/primeiro coautor de um artigo científico publicado nos dois anos anteriores na revista que tiver o maior fator de impacto, utilizando a lista de factores de impacto ISI mais recente à data de início do período de submissão de propostas.

O artigo que valeu a distinção a Rui Afonso remonta a um projeto em que, em colaboração com uma equipa composta por investigadores do IBMC e da FEUP, recorreu à nanotecnologia para criar nanotubos (com pequenas moléculas proteicas chamadas dipéptidos) capazes de formar uma estrutura com a capacidade de separar os principais componentes do ar, funcionando como um "microfiltro".

O artigo "Dipeptide Crystals as Excellent Permselective Materials: Sequential Exclusion of Argon, Nitrogen, and Oxygen", resultado direto desta investigação foi publicado em Abril de 2010, na prestigiada Angewandte Chemie International Edition.

Rui Afonso iniciou o seu percurso académico na FEUP no ano letivo de 2001, com o ingresso no Mestrado Integrado em Engenharia Química. Atualmente, é estudante do Programa Doutoral em Engenharia Química e Biológica, também na FEUP e investigador no IBMC.

Fonte: noticias.up.pt