Oficina CEER
 18-09-2013
FLUP APRESENTA ESTUDO INÉDITO SOBRE EMPREENDEDORISMO SOCIAL

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) promove no próximo dia 20 de setembro, uma sessão de apresentação dos primeiros resultados – relativos ao triénio 2010-2013 - do Projeto “Empreendedorismo Social em Portugal: as políticas, as organizações e as práticas de educação/formação”, um trabalho que lança o primeiro retrato sobre um campo de investigação em emergência no país, apontado por muitos como um dos sustentáculos de um novo modelo de desenvolvimento.

Coordenado por Cristina Parente, docente do Instituto de Sociologia da FLUP (ISFLUP), o projeto desenvolveu-se em parceria com a A3S do Porto e o Dinamia/CET de Lisboa e aponta” para uma agenda nacional do empreendedorismo social marcada pela sustentabilidade financeira e independência face aos financiamentos estatais. Contudo, esta preocupação, em contexto de crise económica agravada, não parece conhecer paralelo em termos de opções de caráter organizacional e gestionário”, nota a investigadora.

De acordo com os resultados obtidos pelos investigadores no contexto nacional, “as organizações do terceiro setor português mantêm tendencialmente lideranças centralizadas, com práticas de governança frágeis, baixos níveis de participação dos stakeholders e uma gestão estratégica incipiente”. Por outro lado, a gestão de pessoas “apresenta em geral uma propensão imediatista, nomeadamente no que se refere ao voluntariado, porém revela bons indicadores de estabilidade contratual ao invés dos remuneratórios”, explica Cristina Parente. Ainda segundo a investigadora, “os modelos de intervenção apostam numa forte orientação para desenvolvimento territorial endógeno com respostas de proximidade às necessidades das populações vulneráveis, todavia com dificuldade em envolver e autonomizar destinatários e de aferir os resultados e impactos em temos do valor social e económico”.

Com base nestes dados, a equipa da FLUP apresenta um conjunto de “recomendações que derivam de uma metodologia participada de discussão e de reflexão sobre os resultados da investigação com múltiplos atores sociaisdos diferentes quadrantes setoriais [setor público, privado, terceiro sector]“.

Todos estes resultados serão então apresentados em detalhe num seminário liderada por um painel de oradores das três instituições parceiras. Segue-se uma mesa redonda em que se abordarão as boas práticas a partir das intervenções dos atores das organizações estudos de caso do projecto.

O seminário tem início às 09h no anfiteatro nobre da FLUP e conta ainda com a presença de Carlos Brito, Pró-Reitor da U.Porto para a Inovação e Empreendedorismo, Maria de Fátima Marinho, Diretora da FLUP, e do Presidente do Instituto de Sociologia, Virgílio Borges Pereira.

Fonte: http://noticias.up.pt/flup-apresenta-estudo-inedito-sobre-empreendedorismo-social/