Oficina CEER
 27-06-2014
UTAD E UNESCO DEBATEM FUTURO DO DOURO PATRIMÓNIO MUNDIAL

Subordinado ao tema “Património Mundial da UNESCO: Alto Douro vinhateiro – aliança entre Ciência e Cultura”, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Comissão Nacional da UNESCO realizaram nos dias 25 e 26 de junho, um Seminário de reflexão que reuniu as mais diversas entidades com responsabilidades nesta temática.

Neste Seminário pretendeu-se demonstrar a importância e valor da aliança entre ciência e cultura para um território que conta com duas chancelas UNESCO, o Alto Douro Vinhateiro e o Parque Arqueológico do Côa, e contou com intervenções de representantes da Comissão Nacional da UNESCO, da UTAD, da Comissão de Coordenação da Região Norte (CCDR-N), da Fundação Côa Parque - Museu do Côa, do Museu do Douro, da Real Companhia Velha, da Porto Cruz, da Douro Azul, entre outros.

No primeiro dia, o Seminário decorreu no auditório do edifício de geociências da UTAD, e a sessão de abertura contou com intervenções do Vice-reitor da UTAD, Artur Cristóvão, da Embaixadora da Comissão Nacional da UNESCO, Maria José Pires, do Presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, da representante da CCDR-N, Célia Ramos, do Diretor Regional da Cultura do Norte, António Ponte, do representante da Fundação Museu do Côa, António Batarda Fernandes, e da representante do Museu do Douro, Elisa Babo. Seguiram-se os painéis “A cultura na afirmação da região” e “O conhecimento científico como motor de desenvolvimento regional”. O primeiro dia do seminário terminou com uma mesa redonda, para discussão dos desafios futuros para a Região. Estas sessões contaram com inúmeros participantes interessados nestas temáticas.

O segundo dia foi preenchido com uma visita guiada ao Vale do Douro e a Foz Côa. No decurso desta visita, da responsabilidade do Comité Português para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO, foram abordados diversos aspetos relacionados com a Ciência e Cultura desta Região.

Fonte: utad.pt