Oficina CEER
 03-06-2016
SPIN-OFF DA UMINHO PROMETE REVOLUCIONAR A PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Tecnologia da GenSYS já foi premiada e adotada por multinacionais líderes de mercado.

A spin-off GenSYS, da Universidade do Minho, acaba de lançar um sistema informático que permite às empresas do setor industrial produzir massivamente artigos diferenciados sem custos adicionais. Esta tecnologia surge numa altura em que o setor enfrenta novos desafios colocados pela chamada indústria 4.0, como o aumento da diversidade de artigos e a possibilidade dos consumidores finais personalizarem o que pretendem adquirir. O software já foi premiado e adotado por multinacionais líderes de mercado, como a Bosch Car Multimedia e a Coindu - Componentes para a Indústria Automóvel.

O programa baseia-se num novo modelo de gestão da informação de artigos que usa referenciação genérica de artigos e inclui módulos direcionados para o planeamento da produção, o controlo de stocks, a gestão da carteira de encomendas, o custeio e a orçamentação e programação da produção, entre outros. Além de oferecer soluções de monitorização, possibilita a implementação de estratégias de produção, até aqui limitadas a ambientes de produção repetitiva.

Esta solução recorre a uma tecnologia disruptiva que permite às empresas passar de um ambiente de produção em massa para um de customização em massa, sem perder eficiência. “Os sistemas convencionais, usados pela maioria da indústria, estão vocacionados para lidar com a produção de grandes quantidades de artigos pouco diversificados, revelando perdas de performance significativas quando há maior diversidade”, afirma José Amorim, cofundador da GenSYS, que venceu recentemente o Concurso de Ideias de Negócio da UMinho.

O sistema distingue-se, ainda, pela capacidade de se adaptar rapidamente a alterações que ocorrem durante o processo produtivo, permitindo manter a sincronização de todos os intervenientes na cadeia de valor. “Este upgrade vem responder a uma das dificuldades apontadas por vários setores da economia e que nos comprometemos a resolver”, realça.

A tecnologia e os serviços de consultoria associados já foram aplicados, “com grande sucesso”, em várias empresas dos ramos têxtil, automóvel e da construção civil. O grau de compatibilidade com os sistemas já existentes é elevado, o que facilita a importação de dados, asseguram os responsáveis. Sediada na freguesia de Ponte, em Guimarães, a GenSYS - Generic Systems conta na sua equipa com José Amorim, Paulo Martins, Guilherme Pereira, Carlos Martins, Filipa Teixeira, João Gomes, José Silva, Pedro Melo e Rui Silva, ligados ao Departamento de Produção e Sistemas da Escola de Engenharia da UMinho.

Fonte: www.uminho.pt