Oficina CEER
 03-09-2008
Novo espaço de ciência e tecnologia no Minho

No próximo sábado, o primeiro-ministro e o ministro da Ciência e Tecnologia, Mariano Gago, irão inaugurar o Avepark - Parque de Ciência e Tecnologia de Guimarães, nas Caldas das Taipas. Este projecto tem já garantida a instalação de 27 empresas que vão criar, ainda este ano, 600 postos de trabalho, disse ontem à Lusa fonte do organismo.

Segundo José Mota, vice-reitor da Universidade do Minho, que preside ao Conselho de Administração do AvePark, estão ainda em curso negociações com mais empresas, aumentando até 2010 o número de empregos.

José Mota frisou que ainda, este ano arranca o Instituto Europeu de Medicina Regenerativa de Tecidos que, a prazo, terá 200 investigadores nacionais e estrangeiros ao seu serviço.

O vice-reitor adiantou que há interesse de instituições e empresas galegas em instalar-se no Avepark, devido ao acesso que tem a apoios comunitários.

Para José Mota, o Minho "é a melhor região do País para se investir".

O Avepark foi projetado para acolher 200 empresas tecnológicas.

A zona será, também, dotada de serviços de apoio, com um hotel para cientistas, bares e restaurantes, e zonas de lazer.

O responsável lembrou que "estamos numa zona florestal e campestre de que queremos usufruir".