Oficina CEER
 03-02-2009
X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais

Numa realização conjunta de várias escolas e institutos da Universidade do Minho, realiza-se entre 4 e 7 de Fevereiro de 2009, no Campus de Gualtar, o X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais.

Subordinado ao tema "Sociedades desiguais e paradigmas em confronto", este evento científico tem um programa que inclui a apresentação de cerca de 1400 comunicações, lançamentos de livros e documentários, uma exposição de fotografia e actividades lúdicas, tais como peças de teatro e momentos musicais.

Os participantes poderão, numa base pluridisciplinar, contribuir com diagnósticos e propostas no sentido de diminuir o fosso no desenvolvimento desigual e minorar os problemas da pobreza no mundo, a fim de que classes e categorias sociais mais desprovidas possam aceder a recursos básicos (vg. alimentação, habitação, emprego, saúde, segurança social, escolaridade), realizar os direitos de cidadania e incrementar o ?desenvolvimento como liberdade?, como empoderamento individual e colectivo, designadamente nos espaços lusófonos.

Tendo como base a diversidade e a complexidade da realidade social em sociedades geográfica, histórica e sociologicamente diferenciadas como as lusófonas, o desafio que se coloca ao X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais será o de contribuir para problematizar, analisar e aprofundar o conhecimento dessas realidades na actual época de globalização, confrontar as diversas mundividências e paradigmas teóricos em presença.

O Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais realiza-se de dois em dois anos e constitui-se como um evento de teor científico e cultural de grande dimensão. «Será um evento importante não só para a comunidade de cientistas sociais como também para a agenda cultural e científica do país, da região e, em particular, da cidade», refere o coordenador da comissão organizadora do Congresso, Manuel Carlos Silva. Este evento conta com a participação de investigadores de vários países lusófonos. Como refere a organização, «envolve congressistas de várias ciências sociais e exprime a importância das Ciências Sociais para o conhecimento das realidades dos países lusófonos, assim como a diversidade dos campos de investigação e intervenção dos cientistas sociais, abarcando o mundo académico, o ensino e a investigação, as empresas, as autarquias, a administração pública central, as organizações não governamentais e a actividade cultural e política».

A edição deste ano contará com a presença de Veit Bader, investigador e docente de Sociologia e Filosofia Política na Universidade de Amesterdão, que fará uma conferência centrada nas desigualdades sociais. Entre os temas abordados neste encontro de cientistas sociais podem-se destacar os Movimentos Sociais; Espaço, Tempo e Sociedade; Justiça e Democracia; Política, Conflitos e Violência; Educação e Ciência; Poder Político e Média; Sistema-Mundo e Sociedades Lusófonas; Espaço Lusófono; Saberes, Literaturas e Linguagens; e Sociedade, Ciência e Ensino Superior. As questões ligadas ao rural e urbano, a segurança, as políticas culturais, as questões étnicas e culturais, o desenvolvimento sustentável e as desigualdades de género também serão abordadas em várias sessões temáticas. A encerrar o congresso «haverá uma reflexão acerca do papel das ciências sociais na actualidade nos países ou nos espaços lusófonos», uma questão que no entender do sociólogo Manuel Carlos Silva é essencial, na medida em que todos os procuram afirmar-se nomeadamente naquilo que têm de comum, como é o caso da língua.

A Universidade do Minho acolhe a sétima edição em Portugal, sendo que o Brasil recebeu dois congressos e Moçambique e Angola organizaram um. A Comissão Organizadora do X Congresso é composta por elementos do Instituto de Ciências Sociais, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Instituto de Educação e Psicologia e Instituto de Estudos da Criança, Escola de Economia e Gestão, Secção de Ciência Política e Relações Internacionais e Departamento Autónomo de Direito e a Escola Superior de Enfermagem.